quarta-feira, 19 de maio de 2010

Rotina sem fim , misturada com Maranhão

Tempo é algo que ultimamente eu tenho de sobra e não sei como aproveitar.Até pra postar algo aqui eu demoro séculos, pelo simples fato de não ter coragem de escrever nada, nem que seja pelo menos um oi.. Não sei o que fazer , me acordo tarde, estudo , e depois vou pra grande aula de CS, sempre caindo na rotina de dormi e acordar fazendo a mesma coisa. Acho que minha vida está um tédio, quer dizer tenho certeza!
Pra falar a verdade precizo de algo que me motive,sei lá, algo q me ponha ânimo. Até que surgem coisas pra fazer , mas não tenho coragem , sou uma tola ambulante.
Minha única salvação são minhas bebidinhas com meu pai, mas mesmo assim caiu depois numa profunda depressão de saber que engordei. Pois é , acho que pra mim as coisas não estão indo bem..

Até que um dia desses eu fiz uma viagem bem legal, fui pra São Luíz do Maranhão ,foi a única coisa proveitosa destes ultimos tempos pra mim. Tirando a linda burrada de minha vida, por lá... É, perdi o amor da minha vida ( um pouco de melancolia ) por merda!! É merda mesmo , afinal é o que eu faço sempre, e agora fico me lamentando pelos cantos porque ele se foi, isso sim é que se chama um amor de EREC's , vem e volta com a mesma intensidade para muitos , mas para a tapada aqui, veio e ficou. Como é que pode? e ainda tenho que conviver olhando para o belo rosto do rapaz , (as vezes que me esbarro) e não posso falar nada ! Nostalgia :x.

Sim , faltou a parte comédia da viagem, o lugar lá onde ''jogaram'' nós estudantes era muito ruim , não tinha banheiro descente, era tipo big brother , todo mundo nú , aos olhos de todos, nem porta tinha , então juntamos uns trocados e fomos para uma pousada perto, quando enfim descobrimos que era um motel. Eu totalmente entrusa, fui pro quarto de amigos meus, tipo eu era a vela porque eram dois casais, em uma pousada fantasma , ( motel pra íntimos ) rsrs, e eu a vela ambulante. Sem contar com o mofo que existia, era péssimo, mas deu pra se sair.
Estou viva, e contando pra alguem essa loucura.


Depois disso, foram alguns dias de muito reggae, paz e amor, é... pena que acabou.E a única lembrança disso tudo que eu pude trazer foi Jesus, podem rir, mas foi mesmo o refrigente mais badalado do momento,que nos refrescou em meio tanto suor, embora tenha um gosto muito ruim .
Agora voltei a minha rotina e depois disso nunca mais sai dela. Estou observando que precizo expor mais dos meus afazeres sem graça .

2 comentários:

Norbe Silva disse...

Não sabia dessa parte do motel! kkkkkk ri muito aqui, não vejo a hora de começarem os meus congressos ^^

Senadora Mila Bezerra disse...

Altos e baixos que a vida trás... uma boa crônica, adorei!!